Um dos compromissos assumidos pelo prefeito de Manaus, David Almeida, a vacinação contra a Covid-19 dos trabalhadores de limpeza pública e manejo de resíduos sólidos, também conhecidos como garis, começou nesta quinta-feira, 10/6. A nova fase do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 foi acompanhada pelo chefe do Executivo municipal, que enfatizou a importância desses 3 mil servidores serem contemplados, principalmente, pelo trabalho prestado à cidade durante a pandemia.

O prefeito ressaltou a contribuição da categoria no processo de limpeza e embelezamento da capital amazonense. Além disso, explicou que o cronograma da vacinação, com a aplicação da primeira dose do imunizante contra o novo coronavírus, deve durar cinco dias, sem comprometer os serviços realizados diariamente nas ruas de Manaus.

Garis começam a serem vacinados contra a covid19 Foto/Divulgação

“Esses agentes de limpeza, comandados pelo secretário Sabá Reis, têm mudado a cara da cidade de Manaus. A cidade está limpa, iluminada, pintada, colorida, alegre e é mais do que merecido essa fase da vacinação contemplar os garis, para que eles possam continuar esse serviço que estão fazendo nas ruas, nos igarapés e nos rios. O trabalho deles tem sido muito importante para o dia a dia da nossa cidade”, enfatizou David Almeida.

A vacinação ocorre na sede da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp), localizada na Compensa, zona Oeste de Manaus, e está amparada pela Lei Nº 14.026/2020, que contempla a categoria pelas atividades de manejo de resíduos, varrição manual e mecanizada, manutenção, instalações operacionais de coleta, asseio e conservação urbana, transporte, transbordo, tratamento e destino final dos resíduos sólidos domiciliares e dos resíduos de limpeza urbana.

Sabá Reis explicou que todo o processo de vacinação está sendo fiscalizado, garantindo que somente os agentes de limpeza sejam contemplados com a primeira dose do imunizante. Fora isso, o titular da Semulsp não escondeu a felicidade de presenciar o início da imunização desses profissionais, principalmente porque, ao longo da pandemia do novo coronavírus, 13 servidores morreram em decorrência do vírus.

“O que está ocorrendo hoje, o prefeito já gostaria que tivesse acontecido em janeiro, mas não foi possível por causa dos protocolos. Estou muito feliz e muito agradecido a Deus. Nós já perdemos, ao longo dessa pandemia, 13 parceiros que ajudavam a limpar as ruas de Manaus, a fazer o paisagismo e o embelezamento por meio dos mosaicos de pintura. Esses, tenho certeza que estão no céu e agora é lutar para preservar aqueles que ficaram, que são como diz o David (Almeida), verdadeiros heróis”, destacou o secretário.