Compartilhe

BRASIL| O 16º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo da Abraji teve inicio na manhã de hoje (23) e vai até dia 29 de agosto sendo realizado virtualmente. Em razão das crises sanitária e econômica, as inscrições serão gratuitas pelo segundo ano consecutivo. Mas os participantes serão convidados a doar qualquer valor para fortalecer o trabalho da Abraji.

Realizado anualmente desde 2005, o Congresso da Abraji de 2020 bateu recorde de público com mais de 10 mil inscritos. Dois outros eventos paralelos fazem parte da programação deste ano: o VIII Seminário de Pesquisa (28.ago.2021), que discute pesquisas acadêmicas sobre jornalismo investigativo; e o 3º Domingo de Dados (29.ago.2021), maratona de cursos de jornalismo de dados. É preciso se inscrever nos dois encontros separadamente.

Marcelo Träsel, presidente de Abraji, lembra que até o final de 2020 a Abraji ainda imaginava que o congresso seria híbrido:

“Pensávamos que em 2021 poderíamos voltar a nos encontrar no foyer do evento, tomar um cafezinho e trocar ideias sobre jornalismo investigativo. Infelizmente a pandemia não permitiu o retorno ao modelo normal, mas por outro lado aprendemos muito com a experiência, ouvimos os participantes e planejamos um congresso virtual mais amigável em termos de horários e duração.” 

Os temas centrais da 16ª edição serão ataques à imprensa, modelos de negócios e sustentabilidade, assédio judicial, segurança digital, meio ambiente, riscos à democracia, racismo, pandemia e desinformação. Em 2021, a Abraji manteve os cinco eixos tradicionais do Congresso: trabalhos e jeitos de fazer; cenários e tendências; jornalismo sob ataque; aprendizado e teoria; e aprendizado e prática. 

Na versão digital, em um esforço para garantir qualidade, bem-estar e tranquilidade para palestrantes e participantes, algumas atividades serão gravadas e outras, ao vivo.

Para obter o certificado emitido pela plataforma, é preciso assistir ao menos a 70% das sessões. O conteúdo vai ficar disponível por 30 dias, e quem se inscreveu poderá imprimir seu documento assim que tiver finalizado o percentual mínimo de participação.

Convidados, documentários e mulheres jornalistas homenageadas

Vinte e nove convidados internacionais confirmaram presença até agora. Saiba quem são eles nesta matéria especial. Entre os convidados nacionais, dois nomes de peso: o comunicador digital e youtuber Felipe Neto e o senador Renan Calheiros (MDB-AL), relator da CPI da Covid, que será entrevistado por Flávia Oliveira (GloboNews). Os documentaristas João Moreira Salles e Aly Muritiba  vão falar de seus últimos trabalhos.

Os furos de grande impacto no último ano também serão contemplados. Estão confirmados os nomes de Breno Pires (Tratoraço), Guilherme Amado (Abin), Andrea Dip e Thiago Domenici (Samuel Klein) e Juliana Dal Piva (A Vida Secreta de Jair). 

As homenageadas do 16º Congresso serão Elaíze Farias e Kátia Brasil, cofundadoras do site Amazônia Real, com sede em Manaus. Uma cerimônia apresentada por Marcelo Träsel e Eliane Brum (El País) vai exibir um documentário sobre o trabalho das duas mulheres que se tornaram um símbolo do jornalismo independente. 

Para assistir à cerimônia no dia 23 de agosto (segunda-feira), das 19h15 às 20h15 (horário de Brasília, 18h15 às 19h15 de Manaus), é preciso se inscrever no evento aqui. Os mestres da solenidade virtual serão Marcelo Träsel, presidente da Abraji, e Eliane Brum, colunista do jornal El País.

A Abraji atendeu a pedidos dos associados e de participantes de outros Congressos e diversificou ainda mais veículos e regiões, destacando modelos colaborativos e especializados em temáticas locais. A programação também levou em conta questões de raça e gênero. 

No VIII Seminário de Pesquisa, os pesquisadores selecionados apresentarão seus trabalhos científicos, com mediação de Thays Lavor, diretora da Abraji e pesquisadora da Universidade Federal do Ceará. Em 2021, o escopo do evento foi ampliado para incluir painéis com convidados especiais que vão debater questões da atualidade que interessam a professores, estudantes e profissionais. 

Estão previstas no seminário mesas de grande repercussão para estudantes, jornalistas e professores e que geraram debates entre os associados da Abraji, como “Os limites éticos entre jornalismo e informes publicitários: o caso Médicos pela Vida”, com Rogério Christofoletti (UFSC/Objethos) e José Henrique Mariante (ombudsman da Folha de S.Paulo), com mediação de Adriana Barsotti (Abraji/UFF). 

No 3º Domingo de Dados, o formato será de cursos e oficinas mão na massa. Além de convidados internacionais, o dia será dedicado a debates sobre erros na contextualização de dados, além de uma conversa com Paul Bradshaw, da Birmingham City University, sobre o desafio de incluir o jornalismo de dados no currículo das universidades.

O 16º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo conta com o patrocínio de Facebook Journalism Project, Google News Initiative, Grupo Globo e Luminate, além de Agência Lupa, Artigo 19, CNN Brasil, Folha de S.Paulo, International News Safety Institute (INSI), Itaú, Metrópoles, O Estado de S.Paulo, Poder360, Trust Project, Twitter e UOL. O evento terá apoio de mídia de CBN, Correio (BA), GloboNews, Grupo RBS e revista piauí e apoio institucional de Abert, Agência Pública, Ajor, Aner, ANJ, Comunique-se, Consulados e Embaixada dos EUA, FAAP, FCB Brasil, Fórum de Direito de Acesso a Informações Públicas, Knight Center, Jornalismo ESPM, Jornalistas & Cia, Oboré, Portal Imprensa, PUC-SP, Textual Comunicação e UNESCO.

Serviço
16º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo 
23 a 29 de agosto de 2021
Inscreva-se em congresso.abraji.org.br
Email para dúvidas: congresso@abraji.org.br


Compartilhe