Compartilhe

MANAUS| A jornalista Liliane Araújo foi condenada pela Justiça Eleitoral a pagar multa de R$ 2 mil por promover derrame de “santinhos” de sua propaganda nas eleições de 2018.

Ela foi condenada depois que o Ministério Público Eleitoral a denunciou pela infração nas ruas de Manaus, próximo a locais de votação.

Derrotada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), Liliane apelou ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Seu recurso caiu nas mãos do ministro Alexandre de Moraes, que lhe negou guarida.

Dessa forma, Liliane ainda tentou um agravo regimental, também rejeitado.

Como resultado do caso, Moraes devolveu o processo para execução pelo TRE. Assim, ela tem 30 dias para pagar a dívida, a contar do dia 9.


Compartilhe