Compartilhe

BRASIL| Tiago Leifert vai deixar a TV Globo após o The Voice Brasil, segundo anunciou a emissora nesta quinta-feira (9/9). “Tiago Leifert irá se despedir da Globo, após 15 anos de uma parceria feliz e bem-sucedida”, informou a empresa, por meio de comunicado. Leifert iniciou na Globo em 2008, e já comandou programas como Central da Copa, Globo Esporte, The Voice Brasil e The Voice Kids. Em 2017, começou a comandar o Big Brother Brasil, fazendo sucesso nas redes sociais.

A saída de Tiago Leifert da Globo até o fim do ano, confirmada ontem, está movimentando os bastidores da emissora desde que a direção foi informada sobre o desejo do apresentador, que estudava deixar o canal há pelo menos um ano e meio. Irredutível em sua decisão, Leifert deixou um “abacaxi” para a Globo: o que fazer com o “BBB”?

Pelo menos três nomes são cogitados nos bastidores da emissora para assumir o principal reality show do país em 2022. São eles: Tadeu Schmidt, Marcos Mion e Ana Clara.

Imagem: João Cotta/TV Globo

Tadeu Schmidt- O nome mais forte internamente nesta missão é o de Tadeu Schmidt, que assim como ex-apresentadores do “BBB” — Pedro Bial e Tiago Leifert — construiu carreira no jornalismo. Schmidt possui semelhanças em relação a Leifert, que revolucionou o “Globo Esporte” com uma linguagem mais informal.

O apresentador também encontrou um tom leve e bem-humorado desde o “Bom Dia Brasil”, em que apresentava a parte de esporte. Em 2007, Schmidt assumiu o comando do “Fantástico” e conseguiu se equilibrar entre o jeito descontraído e sério, sem perder credibilidade.

Um ponto alto da revista eletrônica é o bloco dos “Cavalinhos do Fantástico”, em que Schmidt se diverte ao interagir com os famosos fantoches sobre as partidas de futebol da semana. A ideia original dos cavalinhos é de Tadeu Schmidt e expressa bem a sua personalidade criativa e menos engessada, qualidades importantes para um programa como o “BBB”.

Imagem: Divulgação/Globo.

Marcos Mion- A contratação de Marcos Mion pela Globo foi elogiada por público e crítica. Quem assistiu à estreia de Mion no “Caldeirão”, no último sábado, pôde vê-lo no palco com Tiago Leifert, um dos convidados do programa. Simples coincidência?

No programa, Leifert deixou claro que deu uma mãozinha nos bastidores para que a Globo levasse Mion para a emissora. É possível que a emissora já estivesse preparando terreno para o próximo “BBB” ao fechar com o ex-apresentador de “A Fazenda”; embora seja bem visto internamente para comandar o “BBB”, Mion não é uma unanimidade entre os diretores da emissora.

Há quem avalie que o apresentador acabou de chegar e que não tem mais tempo de casa. No entanto, a enorme aceitação do público pode pressionar a emissora a colocar Marcos Mion para suceder Leifert a partir do “BBB 22”, derrubando as opiniões de executivos que pensam diferente. Outro fator positivo é o fato do apresentador, ex-A Fazenda, estar trabalhando diretamente com Boninho, responsável pelo “BBB”.

Imagem: Reprodução

Ana Clara.- Por último está a apresentadora, influenciadora digital e ex-BBB Ana Clara. Conquistou espaço na televisão após participar do “Big Brother” em 2018, com passagem pelo extinto “Vídeo Show”.

Pronta para o improviso, rápida e de forte identificação com o público mais jovem, Ana Clara caiu nas graças dos telespectadores ao imprimir a sua marca na “Rede BBB”, em entrevistas que conduzia com os eliminados do reality show. Mesmo em situações delicadas, como com Karol Conká, eliminada com forte rejeição, conseguiu escapar de possíveis saias justas.

Segundo os sites de famosos, a direção da Globo já conversou com Ana Clara há cerca de um mês e meio sobre a possibilidade de tê-la como apresentadora do “BBB”. A emissora estuda, ainda, um cenário de uma dobradinha entre ela e Mion no reality show.

Entretanto, a vaga deixada por Leifert ainda não foi preenchida. Sobre Ana Clara, o que joga contra é que, apesar do crescimento profissional evidente, é vista por alguns diretores como pouco experiente para comandar um programa que exige tanto como “BBB”.


Compartilhe